terça-feira, 31 de agosto de 2004

Ah, O Amor...

Ah, gente... recebi uma notícia que me deixou super-feliz, hoje de manhã. Ainda não posso contar, mas posso adiantar que é algo muito bom... e que tem a ver com amor, mas amor de verdade, não com essas paixonites que a gente tem de vez em quando e fica achando que é outra coisa.

Amor Incondicional, Irrestrito, Imensurável!!!

“Eu me casarei com você para sempre, me casarei com você na justiça e no direito, no amor e na ternura. Eu me casarei com você na fidelidade e você conhecerá Javé” (Os 2,21-22).

Oséias é um profeta bíblico que viveu na Samaria oito séculos antes de Cristo.
Gomer, sua esposa, provavelmente havia participado de cultos idolátras que incluíam em seus rituais a prostituição sagrada. Ela teve três filhos, e tudo faz supor que só o primeiro fora gerado por Oséias. Os outros dois eram frutos do adultério; naquela época, as penalidades para esse crime eram duas: a morte por apedrejamento ou o mercado de escravos; ela foi condenada à segunda; depois de vender boa parte de seus bens, Oséias a compra para si novamente e lhe diz as palavras acima.

segunda-feira, 30 de agosto de 2004

Outono


Antes que chegue o outono... europeu. Posted by Hello

O Mais-que-Perfeito


Ah, quem me dera ir-me
Contigo agora
Para um horizonte firme
(Comum, embora...)
Ah, quem me dera ir-me!

Ah, quem me dera amar-te
Sem mais ciúmes
De alguém em algum lugar
Que não presumes...
Ah, quem me dera amar-te!

Ah, quem me dera ver-te
Sempre a meu lado
Sem precisar dizer-te
Jamais: cuidado...
Ah, quem me dera ver-te!

Ah, quem me dera ter-te
Como um lugar
Plantado num chão verde
Para eu morar-te
Morar-te até morrer-te...

(Vinicius de Morais in ''Para Viver um Grande Amor'')

Planos


Posted by Hello

FDS

Preguiça de postar...
Mas não posso deixar de registrar aqui que tive um fim de semana maravilhoso!!!
Fui para a casa da Cinthia e da Pri sábado à tarde, depois da minha aula de espanhol.
No sábado à noite, aconteceu uma festinha lá, era aniversário de uma amiga nossa (passamos a tarde preparando quitutes); depois que o pessu foi embora, fomos ver um filme: Amor à segunda vista. Lindo!!!
Lá pelas tantas, Cinthia lembrou que tinha que colocar comida para as cadelas do noivo porque ele estava de plantão; como já era super tarde, acabamos dormindo lá.
Na manhã de domingo, tomamos um café maravilhoso, e depois voltamos para a casa dela.
O pai dela veio almoçar com os filhos e todos se reuniram; (ele não mora com eles e Yuri, o caçula, mora com os tios).
Eles formam uma família maravilhosa que eu amo muito; são raras as oportunidades de ver todos juntos (a última vez que isso aconteceu, foi na festa de formatura de Cinthia, há três meses) , então, eu procuro aproveitar.
Foi muito bom passar o dia com eles, ontem.
Yuri está mais lindo a cada dia; tem apenas 15 anos e 1,80m!!!
Priscila (uma princesa) faz 18 anos em outubro, no dia do casamento da Cinthia...
Seu Akio (o pai) cozinha muito bem; fez um peixe assado maravilhoso!!!
Também tinha sushi e sashimi (eles são japoneses).
Ele foi embora depois do almoço; ficamos um pouco no pc; os primos das meninas, que tb moram lá, queriam ajuda para criar um flog...
Enquanto isso, Cinthia lavava o carro; às 16:00hs fomos à igreja; chegamos atrasadas, para variar (é impossível sair com Cinthia e não se atrasar) hehehe
Depois disso, às 19:00hs, fomos ao HEMOAM encontrar o digníssimo dela.
Eles haviam marcado com uma fotógrafa para ver o trabalho dela e fazer um orçamento (para o álbum do casamento).
Todos nós gostamos do trabalho dela; acho que essa parte também já está acertada.
Depois, ele foi para casa, estava quebrado, de plantão desde ontem.
Cinthia me deixou em casa lá pelas 23:00hs.

sexta-feira, 27 de agosto de 2004

Eu, há 20 anos


Essa foto me fez lembrar um episódio ocorrido na minha infância.
Quando eu era bem pequena, meu cabelo era longo e levemente ondulado e minha mãe adorava colocá-los no bob para ficarem bem cacheados; eu odiava isso, puxava meu cabelo e doía muito, mas de tanto minha mãe insistir, acabava cedendo.
Um belo dia, à tarde, minha mãe, motivada pela melhor das intenções (deixar sua primogênita ainda mais bonita), sentou-me em uma cadeira e começou a colocar os benditos bobs nas minhas madeixas; comecei a ficar sonolenta (até hoje, sempre que alguém mexe no meu cabelo me dá sono)...
De repente... plaft!!!
Adormeci e caí.
Fiquei muito chateada, e como não podia brigar com minha mãe, comecei a arrancar os bobs do cabelo e xingá-los: "Bobs feios, eu odeio esses bobs, foram eles que me derrubaram".
Minha mãe riu muito, mas também ficou com dó de mim, e parou com essa história de bobs. Ainda bem.
Posted by Hello

Ainda passada...

Ainda tô muito passada com aquela história (vide post anterior) mas a vida continua.
Hoje, aproveitei minha manhã de folga para ir ao cabeleireiro e tirar as fotos para o passaporte.
Para ser honesta, preferia ter feito outra coisa, aproveitado minha manhã de uma forma mais prazerosa, mas não deu... paciência.
Vim trabalhar às 13hs e ainda estou aqui.
Depois do trab, vou direto para casa.
Amanhã, se tiver ânimo, quero ir ver Olga.

Sentir com o coração

“Quando uma porta de felicidade fecha-se, uma outra se abre; mas muitas vezes, nós olhamos tão demoradamente para a porta fechada que não podemos ver aquela que se abriu diante de nós. É maravilhoso ter ouvidos e olhos na alma. Isto completa a glória de viver”.
“Atraímos sobre nós sofrimentos desnecessários quando exageramos a extensão da nossa dor.”
“Não peçamos tarefas iguais às nossas forças, mas forças iguais às nossas tarefas."
“Muitos olham para dentro de si e nada encontram e disto concluem que também fora deles nada existe."
“Não há barreiras que o ser humano não possa transpor”.
"As melhores e mais lindas coisas do mundo não podem ser vistas, sequer tocadas. Devem ser sentidas com o coração."

(Hellen Keller, escritora americana, cega e surda)
Algumas frases extraídas de suas obras

quarta-feira, 25 de agosto de 2004

Grrrrrrr!!!!!

Eu estou muito chateada; um amigo meu me enviou um presente da Alemanha (uma jóia) e a Receita Federal está me cobrando um valor absurdo de Imposto sobre Importação!!! que que é isso??? eu não estou contrabandeando milhares de dólares em jóias para distribuir em toda a América Latina!!! Eu estou recebendo um presente. Será que eles não sabem a diferença???
Se o meu amigo fosse tupiniquim e tivesse feito uso do famoso jeitinho brasileiro, nada disso teria acontecido; era só declarar que o objeto dentro da caixa era um par de tenis avaliado em $10,00, por exemplo, e estaria tudo bem; mas ele não é e resolveu descrever fielmente o bem e declarar o valor exato. Olha no que deu...

domingo, 22 de agosto de 2004

"Quem é que gostaria de lançar sua candidatura ao meu afeto?"

Dê um passo a frente quem oferece o corpo à minha volúpia
E inclina o pescoço aos meus dentes.
Levante o dedo quem crê em minhas promessas
E leva a sério meus gemidos.
Se habilite, uma mão para me percorrer as curvas
A boca que um dia vai me devorar.
Um sinal e eu sei que terei a quem seguir
Cheiro de amor para numa caixinha guardar.
Pisque o olho quem reconhece em mim a esposa, namorada e amante
E veja no meu ventre seco os filhos que deseja...
Estenda a mão quem busca fidelidade canina
De uma cachorra luxuosa, acostumada a lençóis limpos.
Ofereça as carícias de quem se adora
Os fluidos de um corpo que se quer eternizado.
Se inscreva em mim como se a ferro eu fosse marcada
A pessoa que vai me ninar nas noites de insônia.
Se deixe fotografar pelas minhas retinas
Para ficar no porta-retrato de família
Arrepie todos os pêlos para que te tateando em relevo te transcreva em poesia
E ao te ver capturado em minhas pálpebras fechadas te escreva noites e noites.
Dê um passo, uma piscada, uma trilha
Para que eu te ache entre tanta gente e gritaria
Se ofereça, se incline, se inscreva
Venha a mim ou me guie para onde esteja
Porque de poesia estou cheia e bem nutrida
Agora quero a vida que dá criação à poesia.

(Walt Whitman)

quinta-feira, 19 de agosto de 2004

Novidades

Ufa, finalmente o novo sistema para comentários está funcionando normalmente; também consegui tirar o underline, tornando possível o acesso ao blog por quem usa firewall (que permite bloquear alguns endereços, como por exemplo, aqueles com o maldito tracinho).
Fiquei muito feliz; agora, algumas pessoas que sempre apareciam no blog antigo poderão vir aqui também.
Bruno, brigadão pela força.
Seja bem vindo, Mercuccio. A conversa de hoje à tarde foi altamente gratificante para mim. Incrível como você consegue me surpreender...

Crônica do Amor

Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados. Não funciona assim. Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não-fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo à porta. O amor não é chegado a fazer contas, não obedece a razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar. Costuma ser despertado mais pelas flechas do cupido do que por uma ficha limpa. Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referências.
Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca. Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera. Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o amor tem de indefinível. Honestos existem aos milhares, generosos tem às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó. Mas ninguém consegue ser do jeito que o amor da sua vida é...

(Roberto Freire)

Homem: Precisar, não precisa...

Os homens são aqueles seres egoístas, estressados, infiéis por natureza, que sem­pre esquecem a data do seu aniversário e nunca reparam quando você corta o cabelo. Os homens são todos iguais.
Tudo bem. Você deu sorte de nascer no sé­culo XX e já não depender deles para nada. O lado financeiro está bem resolvido com uma carreira promissora pela frente.
Você tem uma vida social ativa, alegre, bem divertida. Tem o carinho das amigas e da família, o companheirismo do seu cachor­ro, a cumplicidade de seu analista e exerce o seu instinto maternal com seus sobrinhos sem ter que passar madrugadas em claro por causa deles.
Se um dia você decidir ter um filho a inseminação artificial está aí para isso. Sexo também não é problema. Nada que um bom vibrador não resol­va. Existem modelos super modernos e muito mais seguros nesses tempos de AIDS.
Encare os fatos cara amiga: você precisa tanto de um homem quanto um peixe pre­cisa de uma bicicleta...
A menos, é claro, que você seja aquele tipo de mulher teimosa e antiquada que faz questão absoluta de ser feliz!

quarta-feira, 18 de agosto de 2004

O que foi que eu fiz????

Aiiiiiiiiiiiiiiii
Fiz alguma coisa errada com meu blog e agora não consigo arrumar!!! buáááááááá

segunda-feira, 16 de agosto de 2004

Cozinheira de Primeira Viagem

Meu final de semana até que foi legal; tirando algumas chateações que ocorreram no sábado, o resto foi ok.
No domingo, eu e Cinthia resolvemos colocar à prova nossos dotes culinários (ela, todo mundo sabe, cozinha muitíssimo bem, quanto a mim...sem comentários).
Acordamos cedo, fomos à feira, compramos bananas e demais ingredientes para fazermos uma torta.
Decidimos emprestar a cozinha do namorado dela (ele não estava em casa); fomos para lá, tomamos café da manhã (ela fez umas tapioquinhas deliciosas, recheadas com queijo - hummmm) e em seguida colocamos a mão na massa.
Eu fiquei incumbida de fritar as bananas, enquanto ela preparava o creme (que é bem mais complicado).
De cara, logo na primeira rodada, queimei minha mão com o óleo da fritura.
Parece mentira, mas na casa de um enfermeiro não tinha nenhum remédio para queimadura (como diz o ditado: casa de ferreiro, espeto de pau...).
Eu estava aflita, com minha mão ardendo, quando encontrei um tubo de pomada analgésica; não pensei duas vezes; minutos depois, assim como o pintinho, eu não tava tintindo nada. hehehe
E tratei de continuar fritando as bananas; claro que eu consegui queimar algumas... mas no final, deu tudo certo; a torta ficou deliciosa!!!
Almoçamos na casa de uns amigos (nós levamos a sobremesa), depois voltamos para a casa do namorado dela, fizemos uma rápida faxina, nos arrumamos e fomos à igreja.
E foi assim o meu final de semana.

sexta-feira, 13 de agosto de 2004

Doce verdade


Isso é a mais pura e doce verdade. Como é confortante saber que podemos contar com Ele!!!Posted by Hello

Coragem para nada

Eu não me entendo; vivo reclamando que preciso sair para desestressar, relaxar, espairecer, mas ontem tive uma excelente oportunidade de fazer isso e simplesmente joguei pela janela; explico: era aniversário da Juliana, minha amigona (estudamos espanhol juntas); ela me convidou com meses de antecedência e quase todos os dias pedia para eu não esquecer; claro que eu não esqueci; apenas não estava com disposição para ir a uma festa; como não queria aparecer lá com cara de velório achei melhor ir para casa...

quarta-feira, 11 de agosto de 2004

Feliz Aniversário!!!


Continuo sem muita disposição para postar, mas hoje é um dia especial, é aniversário da Princesa Wynne, minha sobrinha e resolvi colocar uma foto dela aqui; ela adora fazer pose para fotografar, tem um ego incrível, é o tipo de pessoa que jamais terá problemas de baixa auto-estima; não sei para quem ela "puxou" assim... mas dizem que ela parece muito comigo, e não apenas fisicamente. hehehe Posted by Hello

terça-feira, 10 de agosto de 2004

Tudo vai dar certo

Nas histórias infantis, nos fil­mes de aventura, na mitologia, os heróis sempre têm de passar por momentos horríveis antes de chegar ao final feliz. Antes de alcançar o que buscavam. Se não fossem eles tão persistentes, o mal venceria o bem. Se não enfrentassem o perigo, lutassem com o inimigo e socor­ressem os amigos, perderiam a batalha, pois nem a sorte os ajudaria. Esse é o caminho e é justamente nele que encon­tramos a nossa força. A fé de que tudo vai dar certo. Porque no fundo, no fundo sabemos que o natural é tudo dar certo. Mas uma das tentações do percurso é nos fazer resistir a essa certeza, assombrando nossos planos com dúvidas e medo.
Não quero desistir. Decidi e está decidido. Quero chegar a um final feliz porque sei que posso. E você também pode. E todos podemos! Posso ter um relacionamento bom, sim. Posso ser amada. Posso mudar para melhor. Posso obter sucesso com meu trabalho. Posso ganhar dinheiro. Posso perder um pouco de alguma coisa e ganhar outro tanto de outro algo. Posso passear e me divertir. Posso ter uma família feliz. Posso perdoar minhas fal­has. Posso suportar perdas. Posso aceitar o diferente. Posso estender a minha mão. Posso pedir um abraço. Posso chorar quando ficar triste. Posso dar pulos de felicidade. Posso ouvir palavras duras e tirar delas uma grande lição. Porque tudo isso são as minhas escolhas. E é essa liberdade de escolha que assusta. No entanto, podemos fazer dela uma maravilhosa aliada. Não importa se errarmos. Se o príncipe virar sapo, se o carro quebrar na partida, se a casa tiver goteira em um canto ou outro, se a proposta for recusada. Teremos ganhos. Sempre. E novas escolhas por fazer, já com as lições aprendidas. É assim que a gente acaba vivendo feliz para sempre. É assim que escrevemos a nossa história.
Há fases que são difíceis mesmo. Tudo acontece ao mesmo tempo e você pensa que não vai dar conta. É aí que começa o bom da história, e eu estou bem nesse momento. Tenho mil sobressaltos. Como barras e barras de chocolate para aplacar minha ansiedade, choro vendo desenho animado, acho que o chão vai se desfazer sob meus pés e tenho ataques de embotamento profundo diante da tela do computador. Quero voltar atrás, brigo comigo mesma para que tudo seja como antes e maldigo três vezes todas as mudanças. Mas quando me acalmo — e isso significa , ler, andar, orar, conversar com um amigo — agradeço esse momento. É a primeira vez que as escolhas são minhas e isso me dá uma disposição danada para continuar na luta. Meio histérica, mas muito feliz... E assustada... E excitada... E animada... Porque tenho certeza de que tudo vai dar certo. Nada acontece à toa. Estamos no caminho e é isso que importa. Mas que é um estresse... ah, isso é.


quarta-feira, 4 de agosto de 2004

Pensamento viaja

Sem cabeça para postar; meus pensamentos estão longe, muito longe; mas em breve eu voltarei...

terça-feira, 3 de agosto de 2004

Pensamento do Dia

“Uma mulher leva vinte anos para fazer de seu filho um homem e outra mulher leva vinte minutos para fazer dele um tolo.” hehehe
(Helen Rowland)

Presente...

Nossa, o pessu tá mesmo a fim de se livrar de mim; pensei que eles se descabelariam quando eu dissesse que vou viajar ( e talvez nem volte).

Mas para minha surpresa, meu colega de trabalho, ao saber dos meus planos, me deu um Guia de Conversação em Alemão; entendi como: vai logo, some daqui!!!

Brincadeira; eu sei que eles me amam; apenas querem ajudar.